sábado, 27 de março de 2010

O sotaque




Nasci em Lisboa, em S. Sebastião da Pedreira, mau grado no meu B.I. dizer que nasci na Parede, em Cascais. É uma pecha na minha identidade oficial que abomino e abominarei para todo o sempre.

Bom, mas isto vem a propósito do quê? A propósito da pronunciação de palavras como coelho, fecha, espelho, veja e por aí fora.

É que Passos Coelho foi eleito novo líder do PPD/PSD e, ao ouvir as palavras de felicitação do nosso Primeiro-Ministro a Passos Coelho, lá veio ao de cima como tantas vezes ouço a pronúncia /coêlho/ de coelho.

Não é de agora que ando a batalhar com pessoas próximas e amigos de que /coêlho/, /fécha/ ou /fêcha/, /espêlho/ é coisa do interior, e de gente do campo, ou pelo menos, longe das grandes periferias e da cidade. Isto é, amigos nascidos na Grande Lisboa e que pronunciam /coêlho/.

Na verdade José Sócrates é natural de Alijó, segundo a Wikipédia, e Passos Coelho também viveu no Distrito de Vila Real; Passos Coelho que também pronuncia /coêlho/.

Enfim, decidi ir investigar no Ciberdúvidas da Língua Portuguesa e fez-se luz.

Afinal de contas não são as gentes que pronunciam /coêlho/ e afins que são do interior ou do campo.

Eu que pronuncio /coâlho/ ou /coeilho/ é que sou de Lisboa!

Eu que com desprimor apontava o dedo aos outros afirmando que eles falavam mal ou com sotaque, nunca me lembrei de apontar o dedo a mim próprio, concluindo que também eu falo com sotaque, mas à la alfacinha. [Onde eu fico sem entender como é que pessoas nascidas e que vivem na Grande Lisboa pronunciam /coêlho/].

Faço então hoje aqui o meu mea culpa.

Afinal, eu também falo com sotaque.

Nota: Ainda que Carlos Rocha, do Ciberdúvidas, chame ao sotaque de Lisboa a «pronúncia-padrão do português europeu».

4 comentários:

Anónimo disse...

Eu digo joêlho!!!

C. disse...

A partir de hoje passará a ser:
"Tendes de subir equipe.
Passai a bola equipe.
Gente, abrai a janela porcause do gregue." xD

Carlota Siéva disse...

Falo à tia mas é só para os do Norte, porque na verdade não engano ninguém...

É curioso levantares esta questão porque há um hábito nos Lisboetas de acharem que a sua forma de falar é a correta sem se aperceberem que, de facto, também têm sotaque. Só que, lá está, como disseste, não é como o do Norte, todo agressivo e tal, é "à la alfacinha".
Todas as pessoas falam com sotaque a menos que tenham formação para contrariar isso...

André disse...

Certo, mas não esquecer que o sotaque de Lisboa é a «pronúncia-padrão do português europeu».

:P